A higienização social através do planejamento urbano de Belo Horizonte nos primeiros anos do século XX - doi: 10.5102/univhum.v5i1.878

Ana Carolina Silva da Costa, Delmo de Oliveira Arguelhes

Resumo


O presente artigo analisa o contexto em que ocorreu a transferência da capital de Minas Gerais, de Ouro Preto para Belo Horizonte, tendo em vista as reformas urbanas em Paris ocorridas no mesmo período e a Proclamação da República no Brasil. Esses acontecimentos influenciaram o processo de transferência da capital mineira, Ouro Preto, para um local onde haveria crescimento econômico, um contingente populacional controlado e ruas ordenadas de acordo com os rigores científicos de finais do século XIX. A partir dessa contextualização, partimos para a análise dos ideais políticos, científicos e sociais do final do século XIX, que influenciaram no planejamento urbano de Belo Horizonte, cidade erguida a fim de substituir a antiga, barroca e imperial, cidade de Ouro Preto. Nessa lógica, a nova capital viria a excluir de seu espaço urbano as camadas mais pobres de sua população.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/univhum.v5i1.878

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-9419 (impresso) - ISSN 2175-7488 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia