A sustentabilidade dos recursos hídricos do Distrito Federal - doi: 10.5102/univhum.v5i1.877

Ludmilson Roberto da Silva, Júlio Ferreira da Costa Neto

Resumo


Esse estudo faz uma avaliação dos recursos hídricos do Distrito Federal, nas quais foram levantadas informações sobre as Bacias Hidrográficas do DF e sua situação atual. Foram analisados os principais aspectos das políticas públicas para as bacias hidrográficas, bem como, os principais usos da água e a utilização do solo para ocupação urbana e rural. Além da tentativa de avaliar as perspectivas futuras aos planos de gerenciamento para a valorização da qualidade e quantidade dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos no DF. Foi possível concluir que a má gestão e conscientização no que diz respeito aos recursos hídricos, estão levando o DF ao comprometimento futuro da qualidade e quantidade da água. As áreas de proteção ambiental, aparentemente também sofrerão com a má qualidade da água, comprometendo drasticamente a manutenção dessas áreas de preservação da biodiversidade do cerrado. Os usos da água em cada bacia do DF se mostram bastante conflitantes, sendo os mesmo variam do abastecimento doméstico até o uso para a agricultura. A gestão se faz necessária para a diminuição desses conflitos. A criação de comitês de bacias para enquadramento, outorga e usos é de extrema importância para identificar os principais problemas e minimizar os conflitos existentes, mantendo assim a sustentabilidade hídrica e ambiental. Portanto o cumprimento da legislação se faz necessário para todas as bacias do DF.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/univhum.v5i1.877

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-9419 (impresso) - ISSN 2175-7488 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia