A coesão sequencial em “A moça tecelã”: um breve estudo.

Priscilla da Silva Santos

Resumo


O presente trabalho se propõe a verificar os elementos de coesão presentes no texto “A Moça Tecelã”, de Marina Colasanti, cuja tipologia predominante é a narrativa. O objetivo, aqui, é analisar como as informações do texto se organizam, e como a coesão sequencial age na sua construção de sentido e na tessitura. Para tanto foi feita uma análise qualitativa do texto, identificando os elementos de coesão sequencial presentes na narrativa, analisando-os à luz dos pressupostos teóricos da Linguística Textual, sobretudo no que preconiza Koch. Dessa análise, percebeu-se que o texto de literatura juvenil, por vezes menosprezado pelos professores de língua portuguesa, apresenta uma estrutura complexa no que diz respeito às estratégias coesivas, sendo uma ótima fonte de análise para o trabalho em sala de aula.

PALAVRAS – CHAVE: Coesão Sequencial, Linguística Textual, Coesão Textual.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/univhum.v9i2.2086

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-9419 (impresso) - ISSN 2175-7488 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia