A utilização do lúdico para a aprendizagem do conteúdo de genética

Carla Regina de Mendonça Santos, Paulo Roberto Queiroz

Resumo


Os conceitos abordados no ensino de Genética são, geralmente, de difícil assimilação, sendo necessárias práticas que auxiliem no aprendizado dos alunos. Tais atividades, quando aplicadas de forma lúdica, complementam o conteúdo teórico permitindo maior interação entre conhecimento-professor-aluno, trazendo contribuições ao processo ensino-aprendizagem. Este trabalho tem como objetivo apresentar os conceitos básicos de genética aos alunos do Ensino Médio de uma escola pública do Distrito Federal, por meio de atividades lúdicas aplicadas aos alunos do terceiro ano. Os 89 alunos participantes responderam a um questionário com a função de avaliar o conhecimento prévio deles a respeito do assunto. Para que o projeto fosse viável economicamente, os jogos foram elaborados com materiais encontrados no cotidiano e que são de baixo custo. Foram aplicados três jogos: o jogo do cariótipo, o jogo do DNA e o jogo do dominó. Ao final do trabalho, foi aplicado um segundo questionário para verificar se os alunos aprenderam com os jogos. Dessa forma, o trabalho procurou aplicar formas diferentes de ensinar o conteúdo de Genética, além de promover um melhor relacionamento entre alunos e aluno-professor, deixando as aulas mais dinâmicas e descontraídas.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/univhum.v8i2.1586

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-9419 (impresso) - ISSN 2175-7488 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia