O gênero textual itens avaliativos de prova: uma reflexão sobre o discurso e o ensino - doi:105102/univhum.v7i1.1132

Mara Lúcia Castilho

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar itens avaliativos da prova, na perspectiva do gênero textual. Tem como objeto os itens da prova de Letras do ENADE 2008, aplicada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), e itens da Avaliação Multidisciplinar Cumulativa (AMC), aplicada pelo Centro Universitário de Brasília a estudantes do quarto semestre do curso de Letras. Tem por finalidade verificar se as habilidades e competências previstas nos documentos oficiais para a educação brasileira e nos referenciais das avaliações em larga escala aplicadas pelo Governo são encontradas nos itens avaliativos elaborados no UniCEUB. Como referencial teórico, busca compreender de que maneira a teoria sociointeracionista da linguagem pode auxiliar as práticas de ensino dos professores e a elaboração do gênero textual item avaliativo de prova. Assim, o trabalho foi subsidiada pelas teorias sociointeracionista da linguagem e dos gêneros textuais, e por reflexões sobre a organização de avaliações da aprendizagem. Para tanto, foram analisadas as competências e habilidades requeridas dos estudantes em quatro questões do componente especifico da prova do ENADE de 2008, aplicada aos estudantes de Letras, e em quatro questões da AMC do UniCEUB, realizada no primeiro semestre de 2009, todas escolhidas aleatoriamente. A análise considerou os seguintes aspectos: a contextualização do item avaliativo, a utilização de verbos que expressassem as habilidades requeridas nos itens avaliativos e a comparação destas com as habilidades e as competências propostas nas diretrizes curriculares nacionais (DRN) para o curso de Letras.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/univhum.v7i1.1132

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-9419 (impresso) - ISSN 2175-7488 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia