As Origens Conceituais da Construção da Paz das Nações Unidas - 10.5102/uri.v8i2.1328

Fernando Cavalcante

Resumo


A fim de apontar elementos que possam suscitar uma discussão mais aprofundada sobre o entendimento das Nações Unidas sobre o conceito e a prática das suas operações de construção da paz (peacebuilding), este artigo discute a sua formação conceitual. Em vez de abordarmos essas operações como mais um capítulo na “evolução” das operações tradicionais de manutenção da paz (peacekeeping), argumentamos que a origem do conceito de peacebuilding foi resultado da convergência de pelo menos três fatores: o contexto histórico do final dos anos 1980, o ambiente intelectual existente na ONU e sua experiência institucional. Diante da crescente importância assumida por essas operações nas últimas décadas, e da criação de órgãos específicos no seio da ONU para lidar com as questões de peacebuilding, este exercício analítico é fundamental para uma prática mais estruturada por parte da Organização.

Palavras-chave


Construção da paz, peacebuilding, operações de paz, Nações Unidas

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/uri.v8i2.1328

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1807-2135 (impresso) - ISSN 1982-0720 (on-line) - e-mail: universitas.rel@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia