A influência da família e o papel do enfermeiro na promoção do aleitamento materno - doi: 10.5102/ucs.v7i2.990

Rosilene Batista Bullon, Fátima Aparecida Cardoso, Henry Maia Peixoto, Luciana Farias de Miranda

Resumo


A promoção do aleitamento materno é a intervenção com o maior potencial para diminuição da morbi-mortalidade infantil, além de estimular o vínculo mãe-bebê e ser importante para a saúde materna. O leite materno é o melhor alimento para o recém-nascido obter um crescimento saudável. Não depende apenas de uma decisão de amamentar ou não, mas do conjunto de interações e conflitos sociais vivenciados pela nutriz. Este trabalho discute a influência da família no aleitamento materno. Objetivos: discorrer sobre o papel do pai no aleitamento materno; conhecer o papel da mulher-avó neste período; identificar a atuação do profissional de enfermagem neste contexto. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, baseada na análise de publicações relacionadas com o tema, do período de 1985 a 2009. Para que o aleitamento materno seja uma prática consolidada, é necessária a atuação contínua do Estado, Instituições e profissionais de saúde, comunidade e família, em especial o pai e as avós.

Palavras-chave


Aleitamento Materno; Pai; Mulher-avó; Atuação do Enfermeiro

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v7i2.990

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia