Plantas medicinais no tratamento do câncer: uma breve revisão de literatura - doi: 10.5102/ucs.v9i1.1308

Lorena Gomes de Moraes, Araci Molnar Alonso, Eduardo Cyrino Oliveira-Filho

Resumo


O câncer, nas suas diversas formas, é uma doença que atinge o O câncer, nas suas diversas formas, é uma doença que atinge o mundo todo e, no Brasil, é a segunda maior causa de mortes em adultos. O seu aparecimento e desenvolvimento estão ligados ao estilo de vida das pessoas e aos fatores ambientais a que elas se expõem. Dentre os diversos usos terapêuticos atribuídos às plantas medicinais, a Fitoterapia é o tratamento das doenças pelo uso de plantas frescas ou dessecadas e pelos seus extratos naturais. Nos últimos anos ela vem sendo retomada pela medicina convencional como uma forma mais acessível e alternativa de tratamento e vem crescendo consideravelmente, inclusive para o câncer. Porém é grande a preocupação quanto à utilização das plantas medicinais de forma caseira, pois o seu uso inadequado e sem critério pode trazer graves conseqüências. Por este fato, pesquisas nessa área e formas de controle e orientação à população em geral devem ser desenvolvidos. Assim, o objetivo deste trabalho é realizar uma breve revisão quanto à utilização de plantas medicinais no tratamento do câncer.

Palavras-chave


Câncer; Plantas Medicinais; Medicina não-convencional; Fitoterapia; Anticancerígeno

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v9i1.1308

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia