Criando falsas memórias em adultos por meio de imagens faciais - doi: 10.5102/ucs.v3i1.544

Verônica Souza Caixeta, Danilo Assis Pereira

Resumo


O presente estudo baseia-se em verificar se é possível criar falsas memórias em adultos de ambos os sexos por meio de imagens faciais. Para tanto, realizou-se pesquisa com funcionários de uma empresa de transporte coletivo em Brasília. O método consistiu em apresentar imagens faciais na tela do computador fazendo com que acreditassem ter visualizado uma face que, na verdade, não foi apresentada entre as outras. Na parte introdutória, apresentam-se aspectos gerais e específicos da memória, entre eles, os tipos, estágios e distúrbios. Foram comparados os dados obtidos de homens e mulheres e por meio de tabelas, gráficos e com base em teorias de Fisiologia, os resultados encontrados para tal amostra de sujeitos permitiram chegar a conclusões.

Palavras-chave


memória, falsas memórias, imagens faciais, sugestão

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v3i1.544

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia