Adolescentes autores de ato infracional e as medidas socioeducativas - doi: 10.5102/ucs.v1i2.505

Joana D’Arc Cardoso dos Santos, Nilce Rodrigues de Lima Severino, Shyrlene Nunes Brandão

Resumo


Este trabalho resulta de uma pesquisa exploratória realizada na Vara da Infância e da Juventude, do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, no primeiro semestre de 2003, sob a responsabilidade de alunas da disciplina Psicologia Social II, sob a orientação da professora da disciplina. O objetivo foi conhecer os projetos desenvolvidos por uma seção da Vara – Seção de Medida socioeducativas – SEMSE no trabalho com adolescentes autores de ato infracional, a atuação e o papel
profissional da equipe, sobretudo do psicólogo. Almejou-se ainda compreender o trabalho multidisciplinar junto aos adolescentes e a contribuição do referido órgão da Justiça à parcela da sociedade atendida no órgão: adolescentes autores de ato infracional e famílias. Realizou-se visita à instituição e entrevista semi-estruturada com uma profissional da instituição, tendo sido feita a análise qualitativa dos dados. Percebeu-se que a Seção oferece um trabalho psicossocial e pedagógico garantido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA: busca atuar em rede com outras instituições.

Palavras-chave


violência, adolescente autor de ato infracional, medidas socioeducativas, justiça, família, parcerias, redes.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v1i2.505

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia