Avaliação da predominância da incontinência anal nos partos vaginal e cesáreo

Monique Azevedo, Dirce Bellezi Guilhem, Tatiana Mitie Watanabe Hobo, Maria Victória Goulart

Resumo


Estudo retrospectivo, descritivo realizado com 137 prontuários com diagnóstico de Incontinência Anal (IA), assistidas em clínica particular de Fisioterapia em Reabilitação do Assoalho Pélvico em Brasília. O objetivo foi quantificar a predominância da IA em mulheres incontinentes que passaram por parto vaginal ou cesáreo. A prevalência da Incontinência Anal foi a do tipo sujidade com 32,85% dos casos em ambos os partos. Esse tipo de incontinência foi apresentada por 33,33% das mulheres que tiveram parto vaginal e 31,91% das que tiveram parto cesáreo. A IA teve maior predominância no PV, quando comparada ao grupo PC. O tipo de perda prevalente foi sujidade. A incontinência anal é um problema que afeta um número considerável da população, ao realizar algum tipo de parto, a mulher tem maiores chances de desenvolver essa patologia, porém quando tratada, essa patologia tem bons resultados.

Palavras-chave


Incontinência Fecal; Parto Normal; Cesárea.

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v15i2.4240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia