Análise do comportamento da função pulmonar e força muscular respiratória em coronariopatas idosos submetidos a revascularização do miocárdio - doi: 10.5102/ucs.v6i1.421

Elayne Kelen Oliveira, Vinicius Zacarias Maldaner da Silva, Aída Luiza Ribeiro Turquetto, Mauricio Milani

Resumo


A cirurgia de revascularização do miocárdio (RM) pode ocasionar redução dos volumes e capacidades pulmonares e alterações músculo-esqueléticas, que podem aumentar a permanência coronariopata idoso no hospital, expondo-o a uma maior possibilidade de infecções e complicações clínicas. Esse estudo tem por objetivo avaliar as mudanças na função pulmonar e na força muscular respiratória do período pré-operatório ao 6° dia de pós-operatório em coronariopatas submetidos a RM acima de 60 anos. Foi realizado um estudo de caráter coorte prospectivo no Instituto do Coração (InCor)–DF, do qual foram avaliados 9 pacientes (idade 67,20 ? 6,34 anos). Houve uma redução significativa dos valores de CVF (p=0.0040), VEF1 (p = 0.0012) enquanto as demais variáveis não apresentam diferença significativa no período analisado. Esses dados sugerem uma redução dos valores de função pulmonar que permanecem baixos até o 6° dia de pós-operatório, além de caracterizar uma alteração restritiva nesse grupo de pacientes.

Palavras-chave


Miocárdio; Idosos; Coração

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v6i1.421

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia