Qualidade de vida de idosos atendidos em uma unidade básica de saúde do Distrito Federal - doi: 10.5102/ucs.v9i1.1274

Rayanna Gonçalves Góes, Henry Maia Peixoto, Eduardo Cyrino Oliveira-Filho, Luzitano Brandão Ferreira

Resumo


A propensão ao envelhecimento populacional está ocasionando interfaces de discussão no que diz respeito à qualidade de vida de indivíduos idosos. Frente a essa realidade, a presente pesquisa visa descrever os aspectos que subsidiam a qualidade de vida de idosos atendidos em unidade básica de saúde, contribuindo para o conhecimento dos fatores que podem influir no sentido de propiciar um envelhecer saudável e uma vida longeva. Na presente pesquisa foram entrevistados 50 idosos, com preponderância do gênero masculino, até 69 anos, casados, com escolaridade no fundamental completo. Em consoante com a coleta de dados, as características marcantes que interferem na qualidade de vida dos idosos, foram destacadas por relatos, sendo eles: o relacionamento familiar, a renda média dos idosos e a violência.

Palavras-chave


Envelhecimento; qualidade de vida; promoção da saúde; longevidade

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v9i1.1274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia