Bioengenharia de tecido epitelial e cartilaginoso - doi: 10.512/ucs.v11i2.2416

Marcella Motta da Costa, Paulo Roberto Queiroz

Resumo


A bioengenharia tecidual ou medicina regenerativa é a área da biomedicina que engloba uma abordagem multidisciplinar na aplicação de princípios das ciências biológicas e das engenharias de materiais, no desenvolvimento de técnicas que promovam a expansão in vitro de células sobre um suporte de biopolímeros bioreabsorvíveis. Neste artigo será realizada uma revisão bibliográfica a respeito dos princípios, métodos e aplicações da bioengenharia de tecidos. A construção do suporte permite criar condições ideais de reparo, regeneração e/ou substituição de tecidos lesionados fornecendo elementos celulares requeridos, fatores de proliferação e diferenciação celular que podem garantir a geração de quantidade suficiente de células novas e estruturas supramoleculares que providenciem a organização espacial plenamente funcional de novos tecidos gerados e a sua integração sistêmica. Muitas novidades ainda são aguardadas no que diz respeito a novas tecnologias na construção de suporte, visto que a expectativa para o futuro é a possibilidade de reconstrução de órgãos.

Palavras-chave


Bioengenharia de tecido, regeneração tecidual, produção de suporte.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v11i2.2416

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia