Avaliação da dor em pacientes submetidos à angioplastia coronária transluminal percutânea - doi: 10.5102/ucs.v10i1.1495

Kássia Natália de Souza, Marina Morato Stival, Luciano Ramos de Lima

Resumo


Objetivou-se com este estudo avaliar a dor de pacientes submetidos à Angioplastia Coronária Transluminal Percutânea (ACTP), segundo a localização, intensidade e qualidade. Para estudo descritivo de abordagem quantitativa, participaram 30 pacientes nas 12 primeiras horas após ACTP. Para a coleta dos dados, foram utilizados a Escala Numérica (EN) e o Memorial Pain Assessment Card (MAPC). A intensidade de dor evidenciada pela EN foi leve em 100% dos pacientes (MÉD = 1,77, MAX = 3; MIN = 1). Quanto ao MAPC, 80% afirmaram sentir a mínima dor possível e 20% a pior possível. A localização da dor foi relatada na região inguinal (82%), seguida da lombar (13%) e da frontal (5%). Quanto à qualidade da experiência dolorosa, as palavras mais usadas para descrevê-la foram: “difusa”, em 24%; “pontiaguda” e “queimação,” em 16% dos casos; e “dormência” em 10%. Concluiu-se que as duas escalas revelaram intensidade de dor leve descrita em forma difusa, pontiaguda e queimação.

Palavras-chave


Angioplastia Transluminal Percutânea Coronária. Medição da dor. Avaliação em Enfermagem. Dor aguda.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v10i1.1495

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia