Avaliação microbiológica de carne moída comercializada em açougues de Brasília, DF - doi: 10.5102/ucs.v8i1.1068

Lilian Carneiro dos Anjos, Patrícia Fernanda dos Santos

Resumo


O consumidor brasileiro está cada vez mais exigente quanto à qualidade dos alimentos comercializados. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi investigar a qualidade higiênico-sanitária da carne moída bovina comercializada em açougues de Brasília, por meio da análise de ocorrência de microrganismos indicadores: coliformes totais e termotolerantes, Enterococcus e Pseudomonas. Foram analisadas 20 amostras de acordo com as técnicas bacteriológicas específicas pré-determinadas. Dos açougues, 100% apresentaram presença de coliformes totais e 55% dos estabelecimentos obtiveram contagem superior ao permitido pela legislação (RDC nº12/2001) para coliformes a 45°C. Para contagem de enterococos, 100% das amostras foram positivas. Verificou-se ainda a presença de pseudomonas em todos os estabelecimentos analisados, sugerindo deficiência no resfriamento do produto em alguma etapa da produção. Os resultados apresentados reforçam a necessidade de
boas práticas visando à melhoria das condições higiênico-sanitárias na obtenção de produtos seguros para o consumidor.

Palavras-chave


açougues; qualidade; microrganismos indicadores; manipuladores

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v8i1.1068

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia