Educação física escolar e obesidade em escolares portadores de Síndrome de Down - doi: 10.5102/ucs.v8i1.1039

Tácio Rodrigues da Silva Santos, Francisco Martins da Silva, Renata Aparecida Elias Dantas, Sérgio Adriano Gomes, Marcelo Guimarães Bóia do Nascimento, Márcio Rabelo Mota

Resumo


A literatura científica relata níveis de obesidade extremamente elevados entre a população de portadores de Síndrome de Down, bem como relata a intervenção por meio de exercício físico como um dos pilares básicos do tratamento da obesidade. A Educação Física como uma prática pedagógica ligada aos esportes, aos jogos, às lutas, às ginásticas e às danças dentro das instituições de ensino demonstra ser um agente capaz de desempenhar o papel do exercício físico no tratamento da obesidade em escolares portadores de Síndrome de Down; além de proporcionar benefícios que são de grande valia para dimensão psicológica e social do ser humano.

Palavras-chave


Cromossomopatia; Trissomia 21; Hipernutrição; Escola.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v8i1.1039

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia